No âmbito do projeto Eco-Escolas, desenvolveram-se vários trabalhos nas escolas Secundária D. Afonso Henriques, Básica Ave, Básica de S. Tomé de Negrelos e Jardim de Infância das Fontaínhas, com promoção de diversas atividades em todas as áreas de intervenção do Eco-Escolas, desde os resíduos, à energia, passando pela alimentação saudável e agricultura biológica.

Foi criado um Conselho Eco-Escolas que trabalhou em equipa e desenvolveu todas as atividades com alegria e motivação. E foram muitas e variadas as atividades concretizadas.

Na Escola Secundária destaca-se a participação nos concursos “Eco-Ementas” e “Eco-Cozinheiros” e "Na minha casa não desperdiçamos", a construção de um “Pilhão” e o concurso "Desafia a tua potência, vamos encontrar a turma com mais pilhas de consciência";

a participação na corrida de “Carrinhos Solares”, com a obtenção do 1º prémio;

o trabalho contínuo na Horta da escola e na Brigada de Monitorização, a elaboração e publicação de várias reportagens no concurso “Jovens Repórteres para o Ambiente”, a dinamização da ação "Eco-Schools Stay Active: Treasure Hearth" e a elaboração e assinatura do Compromisso Verde da Juventude”.

Relativamente às inúmeras atividades desenvolvidas na Escola Básica de S. Tomé de Negrelos destacam-se as seguintes: preparação de enfeites de Natal com a colaboração dos alunos do pré-escolar, usando para o efeito embalagens usadas tetrapak da Compal; com alunos do segundo ciclo, fomos brindados com o ciclo de vida do bicho-da-seda;

com a colaboração dos alunos do 8º ano, construiu-se um jornal de parede com reportagens dos jovens repórteres do ambiente.

Como o mel é muito importante, e as abelhas se encontram em risco de extinção devido à Vespa Asiática, os alunos do 9º ano uniram esforços e elaboraram armadilhas para a captura da espécie invasora. Participaram também no desafio do “EcoLápis” desenvolvendo imensos trabalhos, com muita imaginação e criatividade, e elaboraram o  “Ecocódigo”.

A Escola Básica Ave destaca-se igualmente pelas inúmeras atividades desenvolvidas no âmbito do projeto Eco-Escolas, destacando-se a atribuição do 2º prémio do desafio “Missão Eco-Escolas: Amar o Mar”. 

Como o plástico é um dos maiores problemas globais da atualidade, no âmbito do Programa Eco-Escolas, foi promovido o desafio “Missão Eco-Escolas: Amar o Mar”, sensibilizando para a importância da proteção do ecossistema marinho. O desafio consistiu na elaboração de desenhos onde era representada a missão de Amar o Mar.

Neste desafio, foram submetidos mais de 2845 trabalhos e foram atribuídos 6 prémios.

Uma aluna da Escola Básica Ave, que neste ano letivo frequenta o 9º ano, ganhou o 2º prémio deste desafio.

A entrega do referido prémio à aluna ocorrerá durante a cerimónia do hastear da Bandeira Verde, a realizar no próximo dia 23 de novembro. Este galardão do programa Eco-Escolas, atribuído pela 17ª vez à Escola Básica Ave, pela Associação Bandeira Azul da Europa, reconhece o trabalho de qualidade desenvolvido pela escola, no ano letivo 2020/2021, em prol do Ambiente.

O Jardim de Infância das Fontaínhas aceitou, com muito empenho e dedicação, o desafio que o projeto Eco-Escolas lhes propôs: “Constrói o teu Ecoponto Amarelo e Recicla”.

Foi um desafio bastante interessante e que motivou todas as crianças do jardim de infância à sua construção. Foram várias as ideias/sugestões, mas no final, a decisão foi a de construírem um lindo comboio amarelo para separar todo o material de plástico ou metal que fosse usado em contexto escolar.

As crianças empenharam-se com a pintura das carruagens e também com a colagem das embalagens Compal. Decidiram em grupo onde deveriam colar as embalagens da Compal e a decisão foi fantástica!

Para completarem este maravilhoso trabalho foi decidido em grupo qual a mensagem que pretendiam transmitir “para o planeta sorrir já sabes para onde o plástico tem que ir”.

Em contexto escolar foi ainda realizado um jogo de separação de materiais pelos diferentes ecopontos e o comboio amarelo lá estava para ajudar a transportar todo o material de plástico e metal.

A mensagem foi transmitida a todas as Crianças, Pais e Encarregados de Educação. O projeto final foi este magnífico “comboio” ao qual foi atribuído o 1º prémio.